quarta-feira, novembro 02, 2011

Le Labo: A Revolução


A "house" de perfume de nicho Le Labo de Nova York sem dúvida propõe uma revolução na forma de fazer um verdadeiro perfume e também em como distinguir qualidade e o que é arte em perfumaria. Faz algum tempo que experimentei alguns de seus EDP e imediatamente percebi que não era algo comum. Agora, conheço quase toda a linha composta de 12 perfumes mais os "city exclusives" que são perfumes criados exclusivamente para serem vendidos em algumas cidades (os quais não testei, ainda). Le Labo se diferencia de várias maneiras, como empresa, como conceito, na sua forma de comunicação com o consumidor e obviamente na sua maneira de criar seus perfumes e vende-los. 

Por onde começar...vejamos. Entre um dos meus ingredientes favoritos está o óleo essencial de "Bergamote" (de novo, não é nossa Bergamota ou Mexerica como é conhecida em alguns estados do Brasil, mas sim uma fruta cítrica não comestível do sul da Itália). Adoro este cheiro e começei uma busca insana do melhor perfume, tendo como o principal ingrediente a própria, sua majestade a "Bergamote". Foi mais ou menos por isso que acabei chegando na fragrância Bergamote 22 da Le Labo. Experimentei vários, de perfumistas renomados e de "maisons" de perfumes de nicho de alta qualidade, mas a história completa até daria outro post. Resumindo a novela, Bergamote 22 foi o grande vencedor, gerando assim mais curiosidade sobre as outras criações.

Os Perfumes: todos EDP, criados sob a premissa da "criação livre", ou seja, os perfumistas criam arte pura, independentes de qualquer "briefing" ou de qualquer preocupação com o custo dos ingredientes, desde que todos sejam da mais alta qualidade e o resultado final seja puro prazer. O nome do perfume indica sempre a nota principal (ex. Bergamote) que é um ingrediente natural vindo de Grasse, França (capital do perfume e de onde os ingredientes naturais da mais alta qualidade são provenientes) e o número ao lado (ex. 22) representa a quantidade de ingredientes que o perfume possui. Aliás, todos os ingredientes naturais da Le Labo vem de Grasse.


A Compra: outro diferencial; cada perfume é fabricado "made-to-order", ou seja, a formulação final é feita no último minuto após o pedido. A razão, segundo a Le Labo , é para que a fragrância se mantenha o mais fresca possível e que mantenha sua intensidade para provocar o "choque" inicial. Após colocado no frasco, o nome do comprador é impresso na etiqueta juntamente com a data de fabricação. Exclusivo, não?

A Empresa: baseia-se inteiramente no termo ecologicamente correto. Todos materiais são feitos de produtos recicláveis além de serem 100% recicláveis. Os frascos são re-utilizáveis e seu perfume favorito pode ser adicionado novamente ao mesmo. A cultura é totalmente voltada para educar seus consumidores, através de workshops e de materiais educativos para desenvolver seu senso olfativo. Suas lojas/labs, são um lugar para você se entregar totalmente ao sentido olfativo, um santuário dedicado aos sentidos, sem ter um vendedor se quer atrás de você.


 Os Fundadores: Edouard e Fabrice tem a idéia exata de como alta perfumaria deveria ser: longe da produção industrial massiva a qual representa nada menos que puro tédio em forma de perfume, de acordo com os próprios. Acredito que estão no caminho certo.

A Comunicação: criativa, direta, inteligente, divertida e coerente em todo tipo de comunicação da empresa, desde um email confirmando sua compra até o website. Pare se ter uma idéia, basta ler o website da empresa (vale a pena dar uma conferida).

Quanto as fragrâncias que experimentei foram:

Santal 33, algo quase indescritível em palavras. Forte no início (o tal do "choque" que Le Labo procura provocar), amadeirado, "smokey", mas de repente, se desenvolve em algo suave, com algumas notas florais. É viciante e você fica cheirando e cheirando...para ver qual é a próxima surpresa.

Bergamote 22, o melhor cítrico que já encontrei, ainda mais com uma das minhas essências favoritas. É uma delícia. Este já está na minha coleção!

Rose 31, outro perfume nada convencional onde a nota principal é sua majestade, a rosa. Não é um floral típico pois desenvolve brilhantemente com notas amadeiradas e especiarias. Outro que só experimentando para entender. Um dos meus preferidos.

Fleur D'Oranger 27, de novo uma combinação perfeita e digna da nota de Flor de Laranjeira. É difícil criar uma fragrância em torno desta nota que não tenha um cheirinho de detergente e fique adocicado. Não é o caso do Fleur D'Oranger, que desenvolve suas notas cítricas em um delicado dry down. Li no site que levou quase 3 anos para desenvolvê-lo!

Oud 27, o ingrediente "bola da vez". Oud ou Agarwood, muito caro, raro e extremamente forte, amadeirado. Geralmente associado a perfumes Orientais. Aqui, não funcionou para mim. Acho que exageraram na dose e me senti em uma loja de móveis de madeira o tempo todo.

Labdanum 18, também não fez minha cabeça apesar de gostar muito de Labdanum. No início, ele aparece forte mas acaba mudando completamente, sem desenvolver harmoniosamente as notas de meio, indo direto para um dry down bastante adocicado, quase gourmand.

Ambrette 9, meu preferido. Apesar de ter sido criado para bebês (sim, é a base de água e não contém nenhum ingrediente que poderia agredir a pele delicada de um bebê), com este perfume entendi o que significa quando um perfume se torna você. É uma essência que se transforma na sua pele, e em sua pele. É quando alguém se aproxima de você e diz: "Você está com um cheiro gostoso hoje!" ao invés de "Que perfume gostoso você esta usando hoje!". Entendem a diferença? É bastante fraco e delicado. Bem que poderiam refazer a fórmula para gente grande, né?

No geral, todos são únicos e possuem uma tenacidade acima do normal. Recomendo qualquer perfume Le Labo. O problema para variar é o preço...fazer o quê. Çe la vie!

Tenham um excelente e perfumado dia!


Blue Lotus Flower

2 comentários:

  1. Vim parar no seu blog justamente por causa do Le Labo. Estava googlando eles e achei você. Comprei um vidro de perfume para casa (Petir Grain 21) em Londres sem saber exatamente quanto custava; quase caí das pernas quando recebi a conta!

    Dito isso, estou muito feliz com o cheirinho da minha casa... e adorei o seu blog, tão interessante. Não entendo nada de perfumaria mas adoro cheiros e, claro, tenho a maior curiosidade em descobrir coisas.

    Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Cora!

      Realmente os preços são mais salgados, mas pode ter certeza de que voce adquiriu um produto de excelente qualidade e sua casa vai ter um cheiro bastante exclusivo!!! Nada de Gleide saches, correto?

      Abraços,
      Daniela

      Excluir